Todas as pessoas estão sujeitas a viverem bons e maus momentos. Se você tem uma certeza na vida é que passará por esses momentos. Às vezes eles serão bons, em outras situações, serão ruins, noutras os momentos bons irão prevalecer, assim como você passará por uma fase de negatividade.

Talvez essas coisas aconteçam para mostrar que você está vivo e essa é a sua maior beleza. Sentimentos nos mostram o quanto estamos vivos.

Acontece que, em alguns casos, os sentimentos ruins acabam pode deixar a pessoa com uma tristeza profunda, o que pode acarretar em depressão. E é exatamente sobre isso que queremos falar hoje.

Mostraremos uma ligação entre o Mindfulness com a depressão e o bem que ele causa nesse combate. Mas antes, é preciso entender do que se trata o Mindfulness.

O que é Mindfulness?

O Mindfulness é um estado psicológico onde a atenção se faz presente de forma intencional, sem o pensamento de qualquer julgamento sobre a experiência que está sendo vivida.

Dessa forma, é possível perceber os pensamentos, as sensações do corpo, e as emoções no exato momento em que elas ocorrem, sem que sejam de forma automática ou habitual. Assim, mesmo que esteja passando por um momento difícil, você conseguirá ter um espaço para realizar escolhas mais conscientes e funcionais, causando grande influência no modo como reagir aos desafios encontrados no dia a dia.

É uma técnica que envolve concentração, aceitação, plenitude e bem-estar. É uma conexão entre a mente e o corpo, que te ajuda a observar os padrões de pensamentos e emoções, a viver melhor o presente e as suas experiências, independente de serem boas, ruins ou neutras.

E como o Mindfulness poderia ajudar aqueles que sofrem com depressão?

Estudos indicam que as pessoas que sofrem de depressão, quando submetidas a práticas de atenção plena, possuem aproveitamentos extremamente positivos, principalmente aquelas que possuem quadros de depressão recorrentes.

Quando a pessoa depressiva começa a colocar em prática as técnicas do Mindfulness, ela aprende a se separar das sensações causadas de imediato por diferentes tipos de pensamentos. Quando ela se lembra de algo ruim, ela não irá se afundar em sua negatividade, mas sim, irá cultivar a sua própria lucidez. E isso fará com que a pessoa se sinta livre para encontrar alegria no que está vivendo no momento.

E, com esses mesmos motivos, o Mindfulness fica sendo recomendado não apenas para aqueles que sofrem para reduzir os sintomas da depressão, mas também, para ajudar aqueles que sofrem de ansiedade, estão sempre estressados, irritados e se preocupam demais em cada momento de dificuldade.

E tudo isso será feito sem abrir mão dos outros benefícios que a meditação tradicional proporciona, como o fortalecimento do sistema imunológico, a regulagem das emoções e o aumenta da capacidade de concentração.

O Mindfulness ajudará a pessoa depressiva a visualizar as emoções apenas como eventos mentais e não como fato ou realidade. Isso fará com que a pessoa observe o seu erro na avaliação que teve, a prevenindo que fique com o pensamento errado e caia mais ainda em depressão.