Você está iniciando no caminho com o Mindfulness? Já tentou meditar e parou?

Este artigo será direcionado para pessoas que estão começando nessa jornada, de uma forma que possa esclarecer como o caminho da meditação afeta nossa vida e nossos pensamentos, para que possamos nos sentir mais presentes e conscientes.

 

Os pensamentos divagantes

A nossa natureza é a PRESENÇA e a CONSCIÊNCIA. Estar presente e consciente é você integrar a sua mente e corpo em todos os momentos de sua vida, para que você viva mais intensamente e consiga entender seus pensamentos e sentimentos de uma forma evolutiva. Digamos que estar presente e consciente é não viver no modo automático. É pensar e refletir sobre os acontecimentos em sua vida, sejam bons ou ruins, e conseguir tomar as melhores decisões para você.

Para que possamos trabalhar isso, você, que está iniciando nessa jornada, deve entender o que é meditação, Mindfulness e, principalmente, entender as dificuldades que acontecem nesse caminho.

Quando falamos de dificuldades, não estamos falando de problemas pessoais, como muitas pessoas imaginam. As dificuldades aparecem quando você percebe naturalmente uma oscilação entre a consciência plena (foco ou atenção plena) e a mente divagante.

Este é um estágio que todos irão passar, pois a partir do momento em que começamos a viver no plano mental em contrapartida ao modo automático, percebemos dificuldades ao entender a nossa própria mente.

É importante entender que o caminho da meditação, onde criamos uma nova relação com nossos pensamentos, ações e sentimentos, é a essência do Mindfulness. Essa nova relação e percepção permite que aprendamos a lidar conosco de uma forma diferente.

Essa é a competência que você tem de se observar e se investigar.

 

O centro de bem-estar

As pessoas que começam com Mindfulness percebem que, com o tempo, os pensamentos divagantes perdem força. Invés de eles te conduzirem para um lugar de conflito, você começa a alcançar um lugar mais profundo dentro de você mesmo e de seus sentimentos.

Este lugar profundo, que você pode se encontrar, é o centro de bem-estar, é um lugar que você pode ficar, respirar e apenas observar tudo o que acontece.

Se formos fazer uma metáfora, podemos dizer que, como vivemos na superfície dos mares, meditar é quando você vai descendo mais fundo no oceano, e quanto mais fundo você desce é possível olhar para cima e ver o espelho d’água, com barcos, pessoas, tubarões, tempestade, chuva, sol, nuvem, e você apenas observa. Você percebe o cenário.

Da mesma forma acontece em nossa vida e com nossos problemas. Quando estamos presentes e conscientes conseguimos apenas perceber o cenário de nossa vida para tomarmos decisões que não sejam precipitadas.

Com o tempo nós conseguimos entender que a nossa mente tem uma tendência para gostar de certos pensamentos, ou para lidar com os problemas. Quando começa a meditar, você começa a descobrir essa tendência para encontrar novas maneiras de lidar com a vida.

Definitivamente, é muito importante discutirmos novas formas para fortalecer a nossa saúde mental. Esse fortalecimento pode ser exercitado através do Mindfulness.

Mindfulness é um exercício e a meditação é o treinamento.

Você checa os pensamentos que chegam na sua mente ou simplesmente toma decisões precipitadas sem avaliar a situação?

 

Leve mais compaixão e qualidade de vida para o seu dia a dia e não deixe que o estresse e a ansiedade vençam você: clique aqui para saber mais!

 

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe no Whatsapp ou Messenger para amigos, familiares e pessoas importantes para você, para que possamos compartilhar a mensagem e incentivar as pessoas na prática do Mindfulness!